Folha economia: Em Pathros economia vira realidade aos poucos

O Sacro Reino de Pathros, pode finalmente dizer: temos uma economia! Sim, o Reino já tem uma economia, mesmo que em estágio inicial. Nunca se ambicionou tanto, criar uma economia, para que fosse parte da “mola motriz” da atividade. O Parlamento Pathrano, tem conseguido trabalhar em um bom ritmo para garantir a aprovação das leis que regem a economia do Reino. A última foi a Lei de Orientações Fiscais que está para ser encaminhada ao Palácio das Pérolas, onde deverá ser sancionada pelo Rei Ninus III.

Mas antes dessa, muitas outras já foram sancionadas: o Código Tributário Pathrano, a Lei de Diretrizes Orçamentárias, a Lei Orçamentária 2010.2, a Lei de Provimentos Gerais. Mas o ministro de Estado de Finanças, S.G. Ferdinand Friedenburg, é categórico ao expor que o objetivo do Governo é “incentivamos a atividade empresarial no país.” No mesmo passo, o próprio ministro, junto com o Arquiduque de Colossos, fundaram a Federação dos Empreededores de Pathros (FEMPATH), para auxiliar e viabilizar a atividade econômica privada no Reino, sendo que esta última realizou no início de Novembro, a primeira eleição de sua diretoria.

E o Presidente do Parlamento Pathrano, convidou a FEMPATH, em ofício dirigido ao seu presidente, o Sr. Gustav Otto, a trabalhar conjuntamente, na elaboração de uma lei de empresas/sociedades para o Reino, que atenda aos anseios do empresariado de Pathros. Da mesma forma, espera-se que a Câmara de Relações Exteriores da Chancelaria Real, também seja acionada pela FEMPATH, para ampliar as negociações da atuação da diplomacia do Reino, no âmbito econômico e empresarial, possibilitando a abertura de novos negócios em solos estrangeiros.

No conjunto em geral, a Economia de Pathros, vai dando seus primeiros passos, e tão logo com a circulação dos kréditus (moeda pathrana), e assim, novas discussões surgirão, e entre estas algumas são inevitáveis: haverá inflação? Haverá câmbio com as micronações que também usam o Banco das Nações? Como definir as taxas de câmbio? Enfim, muitas discussões, e muito trabalho para as autoridades econômicas e monetárias do Reino, e das demais micronações, diversificando assim, a pauta diplomática e trazendo novos impulsos e debates para a lusofonia.

Folha política: Rei referenda indicações para a Comissão Eleitoral

O Rei Ninus III, referendou em 21 de Novembro as indicações feitas pelo Governo do Reino, Parlamento Pathrano e a Távola Ducal, para composição da Comissão Eleitoral do Reino (CER). Foi indicado pelo Governo do Reino, a ministra de Estado da Educação, S.A. Charikléia B. Agis. Já no Parlamento Pathrano, o indicado foi o pathrano Glauco Freitas, para representar o povo do Reino. E por fim, a Távola Ducal, acordou na indicação do Arquiduque de Colossos, S.A.R. Gustav II Graves Calistene Logos.

Segundo a Folha apurou, a indicação da Távola era para ser, o Duque de Impisa, S.A.R. Vinícius Januzzi ton Pellegrini Logos. A mudança se deve ao fato de que o mesmo, se ausentou do Reino, para cuidar de questões particulares, não dispondo assim de tempo para conduzir a CER. Não obstante, a indicação do Arquiduque, foi da própria manifestação dele, em colaborar com o andamento do pleito eleitoral no Reino, que em suma está “atrasadíssimo”, devido ao tempo dispensado para que os órgãos, fizem as suas indicações.

Possivelmente, a Lei Eleitoral do Reino haverá de passar por algumas mudanças, para que se adapte a realidade do Reino, deixando a realização do pleito, mais organizada e menos dependente das vontades alheias. Assim, a CER deve tomar posse no presente dia, e já iniciar seus trabalhos, como a divulgação do calendário eleitoral, bem como fazer a publicação do Edital de Convocação para as Eleições Gerais 2010/2011.

Finalmente, Pathros, voltará a ter eleições diretas organizadas para seus principais Poderes: o Executivo Nacional e o Parlamento. Resta ver como será realizada as eleições gerais, tendo em vista a segurança e o sigilo dos votos de todos os pathranos, à CER os nossos votos de bom trabalho, e que o primeiro pleito eleitoral do Reino, nessa nova era, seja tranquilo e organizado.

Folha política: Parlamento volta a letargia e debates se acaloram

Parlamentares em briga

O Parlamento do Reino voltou ao seu estado letárgico essa semana. Encerrada a votação da 1ª Sessão Ordinária, o mesmo não teve nenhuma pauta de trabalho publicada até o presente momento, o que soma-se mais de 72h sem nada para que os membros da casa legiferante possam discutir e votar.

O parlamentar de Iergrásia, protestou da tribuna do Plenário no dia 1º de Setembro, e expôs: “NÃO DÁ! NÃO PODE! A situação nessa casa vai permanecer insustentável diante da opinião pública dos pathranos e pathranas. Já são 65 horas, desde o encerramento da votação da primeira pauta de trabalho e nada de avançarmos nos trabalhos desta casa.

Não é por falta de projetos para serem deliberados. Isso temos aos

muitos, não são poucos. Inclusive um projeto de Lei Eleitoral, a qual
tanto falamos que deveria ser a nossa META 1.

E foi além ao asseverar: “[...] se a mesa não é capaz de fazer a casa trabalhar, então está na hora, de trocarmos o comando da mesa, para que os trabalhos, aconteçam. Convoco a mesa diretora dessa casa, a tomar uma posição pró-ativa [...].

Em resposta ao que postulou o parlamentar de Iergrásia, o presidente da casa Yuri Ghenov limitou-se a responder, num singelo “cala boca e espera” subentendido: “[...], se a celeridade fosse realmente necessária, menos projetos poderiam ter sido encaminhados nesse momento, uma vez que as prioridades, embora já encaminhadas, não estão sendo respeitadas, e tempo precioso está sendo disperdiçado nas análises prévias dos projetos já postulados. Solicito paciência, retidão e atenção para quando reiniciarmos os trabalhos.

A réplica do parlamentar de Iergrásia, não demorou: ” BASTA! Não posso me curvar diante de tamanha inoperância, por parte da mesa diretora dessa casa! [...] Se Vossa Excelência, não sabe determinar prioridades, para colocar os projetos já apresentados, em uma devida ordem de TRABALHO, volto a dizer, reforça a necessidade da mesa diretora dessa casa, ser substituída, por alguém que saiba, assim determinar, e colocar as atividades dessa casa, ao seu devido rumo, sem perder de vistas, a segurança jurídica de que se espera do PARLAMENTO, e a vida da SOCIEDADE PATHRANA e do ESTADO PATHRANO.

E por fim, arrematou: ” Nesse passo, EXIJO ORDEM NESTA CASA, que tenhamos desde já uma pauta de trabalho a ser deliberada, pois do contrário, não me resta saída a não ser me insurgir contra a mesa diretora [...] quero o CUMPRIMENTO das PRERROGATIVAS, que faço jus, não apenas por ser um nobre do Reino, mas por ser Arquiduque e um Ex-Monarca do Reino.

Além dessa manifestação, o parlamentar supra, ainda proferiu o seguinte discurso da Tribuna: “Haja vista a inoperância da mesa diretora dessa casa, em organizar os trabalhos, [...] venho manifestar que aquela, já não detém mais a minha confiança para presidir e representar essa Casa. Acreditei que teriamos uma gestão hábil, pró-ativa, eficiente [...]  Mas o que temos visto? Um PARLAMENTO INERTE, LETÁRGICO, INEFICIENTE.  Não podemos mais continuar assim. Os projetos estão aí para serem discutidos, e  votados, mas sequer temos o cumprimento do Regimento Interno, que nos fora dado a trabalhar inicialmente.

Após o discurso, o parlamentar protocolizou projeto de resolução, que destituí a atual mesa diretora e convoca imediatamente eleições para o cargo de presidente da Casa. É esperar para ver as cenas dos próximos capítulos desta novela, chamada: Parlamento Real.

Folha política: Duque de Santorini ordena prefeito de Iergrásia

O Duque de Santorini S.A. Gustav II Graves Calistene Logos, ordenou no dia 2 de Setembro, o prefeito da capital de seu ducado, Iergrásia. O ordenado é o recém chegado morador, Augustus Júnior.

O mesmo ainda não tomou posse do cargo, mas sabe-se que terá longos trabalhos pela frente, como ajudar na captação de novos moradores, dar-lhes assistência e tutoria sobre o Sacro Reino de Pathros, as atividades da prefeitura, bem como integrar os novos iergrenses aos demais pathranos.

A Folha apurou diretamente do Palácio Real de Colossos, residência do Duque de Santorini, que o mesmo pretende realizar eventos esportivos no Ducado e especialmente na capital, para atrair não só novos moradores, mas como permitir a integração dos pathranos e a difusão de outros esportes micronacionais no Reino, além do Futebol Hattrick que é sem dúvida nenhuma, a paixão dos pathranos.

Assim, o Reino passa a contar com três (3) prefeitos, sendo dois já empossados e um a emposar: S. Exª. Ferdinand Friedenburg, o prefeito de Nova Corínthius, a capital do Reino; S. Exª. Tiago Galvão et Valois, o prefeito de Lindolys, capital de Reginúria; e agora o S. Exª. Auguthus Júnior, o prefeito de Iergrásia, capital do Ducado de Santorini.

Aos prefeitos, a Folha deseja que logrem êxito em suas gestões, e que façam de cada cidade, uma porta de entrada para novos pathranos, bem como a porta para novos micronacionalistas, aos quais devem aprender, que só crescemos, quando aprendemos a ser humildes e começamos de baixo para cima, afinal “um grande poder, exige uma grande responsabilidade.

Folha debate: Lei de Imigração vs. Lista Negra

O Reino vivenciou nos últimos dias, um intenso debate: devemos ter uma lei de imigração capaz de barrar quem é inconveniente, ou devemos fazer uma lista negra, aquela que contém as pessoas as quais o Reino, não deve receber nem por milagre?

O debate foi acesso, quando do aporte do sr. Nelson Weber, nacional do Reino de Santa Maria, vindo na comitiva diplomática do Princípe Vitor Aloísio, quando aquele estranhou o seu ingresso no Reino.

A Duqueza de Zakynthos Charikléia B. Agis, assim se posicionou: “Não podemos crucificar ninguém por algo tão banal como o que acompanhamos nesta semana. [...] Temo muito sobre estas idéias que estão surgindo. Não compartilho com preconceitos, sou terminantemente
contra a criação de lista negra que impeça a entrada de pessoas, a não ser em situações extremas, que não é o caso.
” E arrematou ao pontuar que: “[...] espero que os nossos parlamentares tenham racionalidade suficiente para redigir uma Lei de Imigração que satisfaça ambos os lados [...]

No entanto outros, com o prefeito de Nova Corínthius Ferdinand Friedenburg, assim considera: “A duquesa é muito feliz ao dizer que os valores do nosso país devem ser preservados. Concordo. [...] No entanto, nossa tradicional hospitalidade foi desrespeitada pela tolice de Nelson Weber com sua propaganda de Chacalacabum dos Pampas, e por pouco, ainda não nos torna sujeito de uma exposição ao ridículo com Santa Maria em função de seu histórico de erros. [...] A recomendação de tornar Weber persona non-grata foi uma ação pertinente por parte do rei.

Com toda situação, mais uma vez, fica o embate e a situação a que o Reino vivenciou. Conversando e no embalo da música: “É devagar, é devagar, é devagarinho” que um impasse foi resolvido, mas o rigor da lei, para estas situações que chegam a ser inconvenientes, não apenas para as próprias autoridades, mas para a imagem do Reino como um todo, fica posta de lado. Os parlamentares do Reino, mais uma vez, se furtam dos proeminentes debates que deveriam realizar, e assim, ficam a Zeus dará, pois a Folha apurou que, os mesmos se quer sabem quando irão oficialmente discutir o projeto de lei de imigração para o Reino.

Ai é demais e complica tudo para todos!

Folha geral: Censorial pathrano divulga dados de Agosto.

No dia 1 de Setembro, o censorial pathrano, responsável por realizar os levantamentos das listas do Reino, publicou os dados referentes ao mês de agosto de 2010.

Neste mês, a atividade da Lista Real ficou ligeiramente estável, tendo 568 mensagens, quando o recorde é o mês de Julho, quando bateu em 900 mensagens. No geral, outras listas do Reino foram bem movimentadas, como a da Guarda Real, a do Parlamento, da Távola Ducal e a da Chancelaria Real.

Os levantamentos são estatísticos, mas contudo, há que ressalvarmos que podem não demonstrar a atividade produtiva do Reino, as quais não se limitam a meras postagens, mas sim, quando se convertem em ações concretas, que buscam motivar e tornar presente a presença dos nacionais pathranos.

Assim, o levantamento mostra que em Pathros, as atividades permanecem mas carecem de atenção pelos governantes, para que não deixem os nacionais pathranos, ausentes e os motivem a cada vez mais participar do cotidiano do Reino.

Folha geral: Chanceler modifica regulamento da Academia

O Chanceler Real, S.A.R. Gustav II Graves Calistene Logos editou portaria modificando o regulamento da Academia de Diplomacia Pathrana. Pelo ato publicado em 1 de Setembro, a academia agora passa a dispor apenas de um curso único, mas com possibilidades de criar novos cursos.

Segundo o que a Folha apurou, a modificação no regulamento do órgão da Chancelaria, visa a unificar em um só curso, toda a preparação para o corpo diplomático do Reino, passando não apenas a dar-lhe a instrução necessária, mas também, equipando o diplomata pathrano, de conhecimentos habéis, para que possam conhecer em profundidade a diplomacia e realizar atos internacionais que beneficiem o micronacionalismo.

Paralelamente, o próprio chanceler de Pathros, busca entendimentos com seus pares na Lista da Zona Neutra Diplomática, para a realização de uma nova conferência. Desta vez, dedicada a feitura de uma nova convenção, para regular os tratados que são feitos pelo micronacionalismo. A proposta inicial, era de de a República de Porto Claro, organizasse e promovesse a conferência, mas o presidente e ministro de relações exteriores André Szytko, se posicionou contra a idéia, porém apoiou a realização novamente em solo pathrano.

As conversas ainda estão em fase de amadurecimento, segundo o que apurou a Folha. Pode ser que o Reino da Itália, venha a encampar a realização da conferência. Porém nada fora dado nesse sentido pelo chanceler italiano George Kallendorfa ou pelo Rei Francesco. É ainda a esperar.


Arquivos

Conheça o Sacro Reino de Pathros

Twitter da Folha

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.